Artesãos do Baixo Rio Negro participam do Design da Mata em São Paulo

3 Dec, 2014

Artesãos do Baixo Rio Negro participam do Design da Mata em São Paulo

A quarta edição do Bazar Design da Mata, realizado em São Paulo entre os dias 26 e 30 de novembro, expôs artesanatos de três comunidades do Baixo Rio Negro, envolvidas no projeto Eco-polos Amazônia XXI, e contou com a participação de dois artesãos da região no evento, Leniuza Brandão e Célio Arago Terêncio.

Em 2013, uma comunidade do Baixo Rio Negro teve suas peças expostas no Bazar mas este ano a participação foi ampliada para outros artesãos da região.

O evento ofereceu ao público a oportunidade de conhecer e adquirir peças artesanais feitas em comunidades da Amazônia, da Mata Atlântica e de outras regiões de 10 estados brasileiros. As peças misturam arte, design, moda, acessórios e artesanato sustentável, produzido com matérias-primas naturais e técnicas tradicionais usadas por comunidades indígenas, caboclas e caiçaras, rurais e urbanas.

Leniuza Brandão, moradora da Comunidade Terra Preta, levou para São Paulo a peça mais famosa dos seus trabalhos: o jogo americano de pratos fabricado com caroço de açaí. As 15 peças levadas para a viagem foram vendidas logo no primeiro dia do evento. “Levei pensando que conseguiria vender tudo nos 4 dias. Mas acabei vendendo em um único dia e depois apenas prestigiei o trabalho dos meus colegas”, conta.

Além da renda extra, Leniuza também pôde conhecer o trabalho de outros artesãos e participar de atividades cujo tema era o artesanato sustentável. “Aprendi bastante vendo o que é produzido em outras regiões. Sempre tive curiosidade de saber como se trabalha em outros locais e agora eu sei um pouco”, disse ela.

Célio Arago, da comunidade Nova Esperança, levou peças da fauna amazônica em madeira, como peixes e arraias. Célio ficou entre os finalista no 4º Prêmio do Objeto Brasileiro, promovido pelo museu “A Casa”. Atualmente, a peça está em exposição no museu em São Paulo.

Também foi possível encontrar no Bazar produtos de projetos  apoiados pelo IPÊ nas regiões de Nazaré Paulista, Ariri e Pontal do Paranapanema, na Mata Atlântica.

Bazar Design da Mata 

O  projeto teve início em 2011, a partir do Núcleo Oikos e do Instituto Geração, com a participação das ONGs IPÊ-Instituto de Pesquisas Ecológicas, Instituto Socioambiental (ISA) e o Projeto Saúde & Alegria.

A ideia do Design da Mata surgiu de um grupo de jovens de São Paulo formado por empresários e executivos com vivência urbana e visão de mercado empreendedora. Depois de uma viagem de ecoturismo de base comunitária à Amazônia, realizada em outubro de 2011, seus integrantes decidiram colaborar com o desenvolvimento local e se engajaram rapidamente na iniciativa de promover a produção artesanal sustentável.

Uma das organizadora do evento e integrante da Unidade de Negócios Sustentáveis do IPÊ, Fernanda Pereira, ressaltou o sucesso desta edição e a importância da participação dos artesãos do Baixo Rio Negro. “Já foi possível estabelecer contato para a construção de novas parcerias com os grupos de artesãos dessas comunidades”, lembrou. Segundo ela, o aumento no número de parceiros fez com que as vendas fossem ampliadas e despertou o interesse de moradores da capital paulistana.

Em 2014, além das instituições iniciais, novos parceiros participaram do evento: A Gente Transforma (iniciativa do designer Marcelo Rosenbaum) e a comunidade Várzea Queimada do Piauí; Rede Asta com grupos produtivos de artesãs de comunidades urbanas de baixa renda do Rio de Janeiro; Arte Ameríndia e os povos indígenas Wayana e Apalai residentes no norte do Pará e Amapá, e Huni Kuin (Kaxinawá) no Acre; A CASA museu do objeto brasileiro e os grupos de artesãos da Ilha do Ferro de Alagoas e Cerro Azul do Paraná; Fundação Almeirinda Malaquias e os artesãos da região do baixo Rio Negro; e na programação infantil, a ONG Vagalume com seu trabalho de mediação de leitura através de bibliotecas comunitárias por toda a Amazônia, além de vender o livro “Brasil Gigante”, fruto do intercâmbio cultural entre adolescentes da Amazônia e da cidade de São Paulo.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>