Mutirão do IPÊ com Incra e Idam beneficia agricultores

12 May, 2014

Mutirão do IPÊ com Incra e Idam beneficia agricultores

Agricultores das comunidades que pertencem a área de assentamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) PDS Cuieiras/Anavilhanas tiveram, entre os dias 6 e 9 de maio, a oportunidade de emitir as Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAPs) durante um mutirão realizado pelo IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas. O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) também participou da atividade para emitir a Carteira do Produtor Rural (CPR).

A engenheira agrônoma do Incra,  Keila Cristina, explicou as vantagens de cada agricultor possuir a DAP. “Através desse documento o assentado pode ter acesso a algumas linhas de financiamento do Pronaf para investir na agricultura, ampliação das áreas de produção, e também para comercialização, como entrega de produtos para a CONAB (PAA) e participação em feiras da agricultura familiar”.

No total, foram emitidas 40 DAPs durante os três dias nas comunidades Monte Sinai, Nova Esperança do Apuaú, Nova Canaã do Aruaú, São Sebastião, Nova Canaã do Cuieiras e Nova Esperança. Além disso, os comunitários aproveitaram para esclarecer dúvidas referentes ao assentamento e benefícios da reforma agrária, e a documentação emitida no mutirão.

Outra ação importante durante o mutirão foi o cadastro de mulheres que não estava incluídas no cadastro dos companheiros. “Muita gente já era assentado, depois casou e essa mulher não estava cadastrada e é preciso fazer esse cadastro para que os dois sejam beneficiados”, ressaltou Keila. Segundo ela, foram feitos 70 inclusões de companheiras e novos cadastros.

O cadastro para se tornar um assentado junto ao Incra, segundo Keila, facilita, entre outras coisas, a aposentadoria. “Se a pessoa estiver regularizada, ela pode procurar o Incra e solicitar uma declaração de que é assentando e agricultor. Se a pessoa não tem esse cadastro, as coisas complicam. Esses são só alguns dos benefícios”

Junto as estas ações, o Idam realizou o cadastro de produtores rurais para que eles possam receber a CPR, um benefício do Governo do Estado do Amazonas. Segundo Leonardo Kurihara, do IPÊ, foram realizados pelo menos 120 cadastros durante as visitas às comunidades.

Entre os produtores rurais que já possuem a carteira, estava o agricultor Edimar de Jesus da Silva, 43. Ele trabalha na roça de mandioca e já tinha planos para utilização dos benefícios. “A gente sempre precisa desses descontos. Agora eu vou comprar enxada, pá e terçado”, brincou.

Edimar disse ainda que ele e os colegas já esperavam pelo benefício há algum tempo. “Sempre perdi as oportunidades, mas hoje aproveitei que eles estariam aqui e esqueci um pouco a roça pra buscar essa ajuda”.

Em posse da carteira, todo produtor tem direito a descontos na hora de comprar material para o trabalho, segundo o técnico agrícola Jean Matos de Melo, do Idam, que também esteve a bordo do Maíra I durante o mutirão. Entre as vantagens de possuir o documento, destacam-se a isenção de  ICMS na aquisição de insumos, máquinas e equipamentos para o uso na produção de atividades agropecuárias, pesqueiras e florestais, desconto de 50% de energia elétrica junto a operadora, mediante o cadastro e a vistoria da empresa de energia elétrica.

O Idam também fez a distribuição de sementes nas comunidades em que o mutirão passou. Sementes de chicória, pepino e abobrinha são alguns exemplos de sementes entregues a agricultores interessados em em cultivar hortaliças. Além disso, técnicos do Idam também prestaram assistência técnica aos produtores tanto no roçado de mandioca como nas hortas das comunidades.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>